Sobre People Intouch – da comunidade de denúncia de má conduta

Há quase 20 anos, Rolf Thung formou a People Intouch, como descendência da sua empresa de consultoria que se focou na cultura organizacional. Enquanto expandia a People Intouch, Rolf Thung rapidamente viu-se rodeado de antropólogos culturais, economistas, peritos jurídicos e criminologistas. Todos tinham uma coisa em comum: estavam intrigados com o “dilema do denunciante”. O que torna tão difícil o ato de denunciar? O que poderiam colaboradores, organizações e a sociedade ganhar se mais pessoas optassem por denunciar? O que podemos fazer para preencher a lacuna entre a informação ocultada e a informação sabida por aqueles que podem realmente fazer uma diferença? Tornou-se parte principal da nossa missão concentrarmo-nos tanto no produto como no conhecimento. Só com o conhecimento adequado podemos construir o produto final e servir a organização e a testemunha leal em causa.

Assumimos um compromisso claro de manter-nos sempre atentos: nunca subestimar a magnitude da complexidade de denunciar.

Isto ainda reflete o que somos hoje.

Fale com os nossos especialistas

Quer saber mais, debater ideias ou partilhar opiniões?

Contacte-nos

Share this page